1. Andréia Resende 4 meses atrás
     Responder

    Nossa Dani, que relato, que texto, que história! Eu chorei, me senti como se estivesse ali com vc, só consegui pensar: quanta coragem, quanto amor e quão lindo deve ter sido, embora dolorido e difícil.
    Ainda não tenho planos de ter filhos, mas qndo os tiver penso muito no parto natural e amo ler os relatos corajosos e inspiradores.
    Parabéns pra vc, que Deus abençoe sua família e a chegada do novo bebê. Muita força, muita luz e muito mais amor.
    Um beijo de uma leitora assídua

    • danikalsovik 3 meses atrás
       Responder

      Oi Andréia, que bom que você nos acompanha, fico muito feliz em saber que gosta. Tomara que você se inspire e tenha partos lindos pra contar p gente tbem, tá? Beijossss

  2. Ana Rita Barbosa 3 meses atrás
     Responder

    Dani, parecia que eu estavam aqui sala de parto! Foi muito real!! Me tire a dúvida…sobre o períneo. E a mulher quem controla para que não se “rompa”? Não sei bem o que é! Obrigada por compartilhar!!! Que família linda

    • danikalsovik 3 meses atrás
       Responder

      Oi querida, na verdade a mulher consegue controlar a velocidade com que o bebê sai por conta da intensidade que empurra, mas não necessariamente ela consegue controlar se vai lacerar ou não. É que o risco de lacerar é muito maior quando ela empurra de uma vez, com toda força, do que se ela deixa o corpo agir sozinho depois que a cabeça sai. Eu não consegui aguentar as dores e esperar ele virar e sair por completo sozinho, então empurrei com toda força nos dois partos, no primeiro nada aconteceu, no segundo eu lacerei já que Bernardo era grande demais. Vou contar sobre isso na próxima parte do relato rss Beijos

  3. Luane Carloni 3 meses atrás
     Responder

    Dani, que texto! Que exemplo… Sem palavras.
    Deus abençoe sempre vocês! ❤️

    • danikalsovik 3 meses atrás
       Responder

      Obrigada, Luane! Deus te abençoe muito tbem. Beijoss

  4. Camilla 3 meses atrás
     Responder

    Ual!!! Pra que fui ler no trabalho? Chorando, emocionada!!!!

    • danikalsovik 3 meses atrás
       Responder

      hehehehe faz parte!! :))) Que bom que gostou, fico feliz! Beijos nossos.

  5. Beatriz 3 meses atrás
     Responder

    Que lindo Dani! Parece que eu estava lendo o relato do meu próprio parto (do segundo, pq o primeiro caí na cesárea).
    Fico feliz de ver que não foi somente eu que nos minutos finais quis, quase implorei pela anestesia hahahahaha só que médica conversou calmamente comigo e me explicou que ele já estava quase saindo e reforçou para mim os contras sobre a anestesia e realmente após 5 minutos do meu pedido de anestesia meu filho nasceu. Pensei o mesmo: “dane-se o períneo, to cansada” rsrs mas deu tudo certo graças a Deus
    Tô doida pra ler o relato do parto do Bernardo 🙂 (há o nome do meu filho mais velho também é Bernardo)

  6. Fernanda Barros 3 meses atrás
     Responder

    Ahh, que lindo! Tb pari no São Luiz, com a Betina e a Sandra de equipe (além da minha doula), em Outubro/15.

    • danikalsovik 3 meses atrás
       Responder

      Jura? Que demais!! Seu parto foi na água?

  7. Lais Zioli 3 meses atrás
     Responder

    Inspirador!!!!!!!! Me emcocionei inteira. Me da forcas pra ter partos naturais!

    • danikalsovik 3 meses atrás
       Responder

      Obrigada, querida! Que bom que gostou. 🙂

  8. Renata (@pretoerenata) 2 meses atrás
     Responder

    Dani, uhau que coragem que guerreira, emocionante! Tbm li o relato do parto do Bernardo agora muita admiração por sua coragem sua decisão e a sua força incrível!!
    As lágrimas vêem na leitura, imagina lá no momento.
    Por vc a Admiração é gigante, parabéns
    Acima de tudo vc acreditou em vc mesma e nos meninos! Incrível e muito lindo.

    • danikalsovik 2 meses atrás
       Responder

      Obrigada, querida! foi demais mesmo, né? Me arrepio só de lembrar, emoção demais rss. Beijos e fico muito feliz que tenha gostado.

Deixe um comentário