terrible two
  1. Egle 1 ano atrás
     Responder

    MUUUUUITO difícil não me alterar. Maaas muitas coisas eu já faço o q deixa minha consciência menos pesada…rs

  2. Marina Pasotti de Assis Cruz 1 ano atrás
     Responder

    Oi Dani!!!
    Moro no Brasil interior do estado de sp! Sigo vc desde que estava grávida!!!
    Tbm estamos passando pelo terrible two por aqui!
    Meu pequeno ~ Caio ~ faz dois dia 1/12….
    Menina… o q q eh isso!!!
    Idêntico!! Tdo q vc descreveu!!!
    Achei otimas todas as dicas! Principalmente do canto do pensamento!!!! Vou colocar em pratica!!!
    Obrigada viu?!
    Bjs

  3. Cristyane Emídio 1 ano atrás
     Responder

    Daniii…só agora me atentei em passar aqui ! Mas já amei! Vou ler sempre! Amei a dicas da pediatra qnto a educação…impor limites, concordo com tudoooo desse post, e tentarei aplicar qndo chegar minha hora . Qnto a não gritar …aí…isso já é difícil p mim. Benjamin, quase aos 8 meses, é um bebê extremamente curioso, já percebo o quanto sua personalidade é forte, e já me tira a paciência as vezes! Como pode ser tão difícil e maravilhoso ao mesmo tempo?!
    Bjosss

  4. Simone R. R 1 ano atrás
     Responder

    Aí Dani o Antônio e o Davi tem um mês de diferença, estou sofrendo muito com essa fase. Nunca imaginei que o Terrible Two fosse uma fase tão difícil. O Davi faz escândalos horríveis na rua de ficar mas de meia hora gritando e tentando me bater. Tomara que passe logo, porque muitas vezes perco a paciência e acabo gritando com ele. Vou tentar essas dicas com o Davi. Bjs, obrigada por compartilhar essas dicas tão importantes.

  5. Anna 1 ano atrás
     Responder

    Minha filha nasceu em Lausanne, e a introdução alimentar dela foi diferente da brasileira. O médico frisou a importância de introduzir primeiro o salgado, os legumes.. e só depois a papinha doce, frutas. Ele disse que o doce a criança aceita com mais facilidade e dai depois poderia rejeitar o salgado.
    Deu certo, pois minha filha aceitou tuuuuudo que dei. Achei interessante isso.

    Quanto ao terrible two aqui em casa funcionou muito bem o cantinho do pensamento, mas demorou p ela entender que era uma coisa séria. O que mais funcionou foi contar de 1 a 3, se chegasse no 3 ele ficaria sem fazer algo que gosta, ou brinquedo ou iria p cantinho. Sei que quando eu chegava no 2 ela parava de chorar na hora ou parava a birra hahahaha engraçado, mas funcionou.

  6. Cristiane 1 ano atrás
     Responder

    Gente socorro, o meu faz 2 em dezembro. Está muito agressivo, mordendo muito. Não sei mais o que fazer! Já tentei vários métodos mais sem sucesso… será que já pode ser o terrible two?

  7. Daiane 1 ano atrás
     Responder

    Eu já meio que seguia essas dicas, sem nem saber q faziam parte da linha da raciocínio suíço! Enfim, tenho uma baita dificuldade em não gritar, meu maior defeito na criação dos meus filhos (3 meninos). Essas dicas do terrible two, funcionaram bastante com o de 4 anos aqui!
    E em relação a alimentação o mais velho me deixa de cabelo em pé, aos 9 anos de vida, nunca se alimentou muito bem, e só vem piorando! Eu me desequilibro, grito, ameaço, faço recompensa caso coma e outros. Peço a Deus pra remover qualquer trauma q eu já tenha causado a ele referente a alimentação! Mas não sei mais q caminho seguir

  8. Adriana 1 ano atrás
     Responder

    Gostei das dicas! Obrigada por compartilhar! O meu também está na fase do “ruim para comer” e das hortas e gritos…rs! Vou tentar não surtar!! Kkkkkkk

    • Adriana 1 ano atrás
       Responder

      Ops, birras e gritos…

Deixe um comentário