Tipo de viagem
Meses para ir
AbrilMaioJunhoJulhoAgostoSetembro

Veneza com crianças

Tipo de viagem
Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro

Sim, Veneza pode ser um ótimo destino com crianças.

Fizemos uma viagem de carro pela Itália, onde passamos 8 dias rodando pelo país. Veneza foi a penúltima cidade e nossa preferida de toda a viagem.

Veja AQUI nosso roteiro completo pela Itália.

Passamos dois dias em Veneza e já digo logo de cara, foi muito pouco! Já escutei muita gente falando mal da cidade, sobre o cheiro, sobre os preços, sobre não ter graça nenhuma, e, definitivamente, nós não concordamos com nada disso. Não sentimos nenhum mal cheiro (fomos em Maio, não sei em outras épocas), não achamos nada sem graça, pelo contrário, tudo lá é maravilhoso. Com relação aos preços, realmente não é uma cidade barata, mas procurando um pouquinho mais e não caindo nas pegadinhas para turistas, dá para equilibrar bem o valor gasto.

veneza

 

Com as crianças

dica:

Como o gostoso é andar muito por Veneza, leve o carrinho de bebê para mais conforto, força no braço para subir com ele as escadas e se perca pelos canais de Veneza.

o que encontramos:

  • hotéis para famílias
  • muitas escadas
  • população muito receptiva
  • restaurantes sem trocadores
  • restaurantes solicitos a pedidos de comida para crianças
  • uma praça enorme para as crianças brincarem

Primeiro vou citar os detalhes que acho que fizeram TODA a diferença na nossa visita a Veneza.

1- Nosso hotel era magnifico, com criança, esse acaba sendo o ponto principal de toda viagem. Ficamos no NH Colletion Venezia Palazzo Barocci e foi perfeito! A entrada do hotel fica exatamente em frente a água, o atendimento é perfeito, todos muito gentis e prestativos, o acesso com carrinho de bebê é fácil e o café da manhã é divino, ponto extremamente importante para quem vai com crianças, eu sempre levo marmitinha térmica para o Antonio e pego frutas e pães do café da manhã para levar nos passeios durante o dia.

Escolhemos o hotel, pensando em ficar o mais próximo possível da praça principal da cidade, assim não precisaríamos andar tanto com o carrinho, mas no fim… tudo é tão perto e tão gostoso de andar, que não teria sido um problema ter ficado mais longe.

hotel Nh Collection Palazzo barocci Veneza

 

2- Fizemos um planejamento de restaurantes, no almoço escolhíamos pela praticidade, recomendação no TripAdvisor e preço, deixamos os exageros para os jantares, afinal, Veneza é uma cidade extremamente romântica, então queríamos aproveitar ao máximo esse tempinho entre o casal, fazíamos o Antonio dormir no carrinho e ficávamos livres durante toda a noite para curtir, então escolhemos dois restaurantes PERFEITOS para as duas noites que estaríamos lá, conto já já sobre eles.

 

3 e mais importante – Fomos sem planos, sem horários e sem programas definidos para o dia e tudo foi acontecendo naturalmente. Nos perdemos umas três vezes, essa é a parte mais gostosa de Veneza, se deixar levar e ir conhecendo as ruazinhas, atravessando pontes (é só erguer o carrinho, nada demais!), comprando comida local, provando vinhos e claro… tomando Bellini, bebida típica Italiana e produzida em Veneza, divina.

 

Veneza

Veneza

Veneza

Como se locomover em Veneza

Nós estávamos de carro, porém Veneza é uma ilha sem acesso para veículos, você até consegue chegar ate lá dirigindo, mas precisa estacionar exatamente na entrada da ilha. O estacionamento custa cerca de 25€ o dia, por isso muitas pessoas recomendam deixar Veneza por último no roteiro (ou por primeiro) assim você pode devolver o carro antes de chegar na ilha, ou alugar um somente quando estiver saindo dela.

Saindo do estacionamento, já avistamos uma estação do Vaporeto, meio de transporte mais usado por lá. Essa foi a parte mais difícil com o Antonio, estávamos cheios de coisa, bagagens, carrinho e o Vaporeto não tem nada de conforto, na maioria das vezes você terá que ir em pé, segurando suas malas e se segurando para não cair, uma aventura!

Existem outros meios de transporte, geralmente mais caros, como os barcos privativos ou os táxis aquáticos, mas, como iriamos usar esse meio de transporte mais de uma vez, optamos pelo Vaporeto e compramos o ticket que é valido para qualquer percurso durante 48 horas.

 

Vaporetto Veneza

Vaporeto Veneza

O Vaporeto anda nas duas direções da ilha e liga a ilha principal as demais ilhas, então é essencial que você confirme com seu hotel o número da linha que precisa pegar, é muito fácil se perder em Veneza e descer em um lugar errado vai te dar um trabalhão, atravessar pontes e mais pontes com toda a bagagem não é nada fácil. A maioria dos motoristas não falam inglês, meu marido foi pedir informação para um nativo e fomos parar do lado oposto ao nosso hotel, só depois de ligar na recepção e confirmar a linha correta é que conseguimos chegar, um perrengue danado para quem está com um bebê e muita bagagem. CONFIRMEM ANTES!

Veneza

Nós ficamos em San Marco, o que facilitou nossa vida em 90%, já que fizemos tudo a pé. Os principais pontos turísticos de Veneza ficam nessa região e por isso optamos por ficar nela, assim não precisaríamos de barco a cada saída do hotel. A ilha é repleta de canais e por isso, você terá que atravessar uma ponte atrás da outra. Isso não é problema algum quando não se tem um carrinho para carregar, mas mesmo tendo levantado o Antonio 9857 vezes, não me arrependo de ter levado o carrinho, pelo contrário, recomendo levar!

Nós fomos em Maio e já estava muito calor, o carrinho foi essencial para conseguirmos passear sem hora para voltar e sem sofrer em ter que carregar ele no colo durante todo o dia. Nossos jantares foram salvos por ele, saíamos do hotel já na hora do Antonio dormir, rodávamos um pouco até ele pegar no sono e aí sim sentávamos para jantar, funcionou perfeitamente.

Usamos o Vaporeto somente uma noite, para ir até um restaurante que ficava numa ilha vizinha, o resto nos viramos a pé.

 

 

Onde comer em Veneza

 

Ai senhor, a melhor parte do post! Como falei lá em cima, chegamos decididos a ter noites maravilhosas na ilha, então economizamos tempo e dinheiro nos almoços para aproveitar os jantares.

Durante o dia comemos em restaurantes que encontramos pelo caminho, o primeiro achado foi o restaurante Chat Qui Rit, que nos chamou a atenção por suas mesas altas e decoração rústica (meu marido ama tudo que tem madeira rss). Enquanto passávamos pela rua, estavam servindo uma das mesas e quase caímos para trás com a tabua de frios, foi assim que decidimos parar ali! kkkkk Uma ótima escolha, porém com mesas concorridas.

 

Veneza Chat que rit

 

O segundo lugar que paramos, foi o Caffe Florian na praça San Marco, onde tomei o cappuccino mais caro da minha vida, 12 Euros!!!!!!!! Foi a pior besteira que fizemos, lá é aquele tipico lugar pega turista, sabe? Realmente a vista é linda, em frente a Basílica di San Marco, com orquestra tocando e atendimento impecável, porém, um Spritz (drink italiano) + um cappuccino, nos custaram 55 Euros, isso mesmo! Além do preço exorbitante das bebidas, você ainda paga cerca de 10 Euros de couvert por pessoa, um absurdo!

 

IMG_3711

Veneza praça são marco

No dia seguinte, optamos por comer perto da ponte Rialto, nosso programa turístico do dia. Comemos no restaurante Al Buso, pedimos macarronada e vinhos normais, nada de excepcional.

Ponte Rialto Veneza

 

BISTROT DE VENICE

Agora durante as noites, ahhh esses foram os nossos achados da vida! Na primeira noite comemos no Bistrot de Venise, indicação do hotel. Nos não tínhamos reserva e o Antonio deu um baile para dormir, acabamos chegando bem tarde mas ainda conseguimos uma mesa na parte exterior do restaurante. O clima e super aconchegante e romântico, o atendimento é excepcional! A comida era ridiculamente gostosa, a massa derretia na boca, coisa de outro mundo! A sobremesa e os vinhos são um caso a parte, recomendo esse restaurante de olhos fechados!

 

Bistrot de Venice Veneza

 

RIVIERA

Agora uma pausa para o nosso jantar mais romântico, perfeito, incrível de toda a vida! Temos o costume de sempre olhar as avaliações dos restaurantes no TripAdvisor e o restaurante Riviera estava em primeiro nas avaliações, fiquei louca e fiz de tudo para conhecermos. Chegamos sem reserva e com o Antonio ainda acordado, enquanto fiz ele dormir meu marido conseguiu uma mesa para nós. Eu não sei se estavam de brincadeira com nossa cara ou se foi sorte mesmo, pegamos uma mesa bem em frente ao mar (juro, eu estava quase dentro da água). Pedimos um peixe assado no sal grosso, vinho branco e… um transatlântico, isso mesmo! Um navio!!! Um enorme, gigantesco e maravilhoso navio passou na nossa frente enquanto jantávamos, foi surreal. A comida é maravilhosa, o metre vem a todo instante saber se estamos bem e se precisamos de algo, as sobremesas são fantásticas, pedi a que vem uma combinação de todas as sobremesas do cardápio e quase morri de amores, esse foi nosso restaurante mais caro de toda a Itália, mas posso falar? A experiência mais inesquecível de toda minha vida! Façam reserva e peçam uma mesa a beira mar, juro, vocês não se arrependerão.

 

Restaurante Riviera Veneza

Restaurante Riviera Veneza

 

 

O QUE FAZER EM VENEZA

Existem vários posts na internet sobre o que fazer em Veneza, mas optamos por fazer programas mais tranquilos e curtir mais a cidade ao invés de filas em locais turísticos. Antonio fez todos eles junto com a gente, apesar da enorme quantidade de escadas, levamos o carrinhos em todos os passeios e, sem duvidas, foi nossa melhor decisão. Apesar de o cansaço bater após um dia inteiro de sobe e desce escadas erguendo o carrinho, ter um lugar para o bebê dormir a qualquer momento e tentar manter sua rotina de sono, faz a viagem ficar muito mais fácil.

– Passamos algum tempo na praça São Marcos mas não entramos na Basílica, como a fila era imensa optamos por só conhecer por fora, que na verdade é a melhor parte, a parte externa dela é magnifica!

– Procuramos lojinhas de bebidas e comidinhas tipicas, compramos algumas coisas e fomos sentar no estacionamento das gondolas, esse foi um dos melhores programas na nossa viagem, simples, barato e perfeito! Sentamos na praça São Marcos, em frente ao Palacio Ducal.

– Fomos andando do nosso hotel até a ponte Rialto, famosa por ser a primeira ponte fixa para travessia do grande canal. Ver o pôr do sol sobre o Grande Canal é um programa imperdível e na ponte Rialto você sabe que está no lugar certo e na hora exata. Existem uma série de lojinhas sobre a ponte que vendem souvenires.

– Passeamos pela feirinha que fica entre a praça São Marcos e o mar, logo atrás dos cafés. Lá você pode encontrar todo tipo de souvenir, prepare-se para enlouquecer com as mascaras venezianas.

– Pegamos um vaporetto na direção contraria ao nosso hotel, assim demos uma volta completa na ilha até chegar a nossa parada, é perfeito ver a cidade de dentro d’agua, tente sentar na parte externa e aproveite o passeio.

– E claro, andamos de gondola. Foram 40 minutos de passeio a partir da praça São Marcos, pegamos um Gondoleiro que falava português, o que tornou tudo ainda mais perfeito, ele foi nos contando toda a historia da cidade, dos lugares onde estávamos passando e nos levou para conhecer os principais pontos, inclusive a ponte dos suspiros. Apesar de ser um passeio caro, acho que faz parte do pacote, ter ido para lá e não ter feito o passeio, não teria o mesmo gostinho de “a viagem mais romântica de todas”.

O carrinho de bebê ficou no ponto de saída dos gondoleiros, como o passeio termina sempre no mesmo lugar de onde saiu, deixamos lá e pegamos somente na volta.

 

Veneza

Veneza

Veneza

Gôndola em Veneza

 

Veneza

 

Veneza, sem dúvida alguma, é uma das nossas cidades preferidas até hoje! O fato de ser uma cidade totalmente cercada e envolvida pela água (Surreal), de ter restaurantes maravilhosos, um clima romântico indescritível, paisagens de tirar o folego e mais um monte de coisas boas, tornaram nossos dois dias lá, inesquecíveis!!!

Confesso que com crianças maiorzinhas entre 1 e 2 anos, você terá mais trabalho em ter que cuidar minuto a minuto para ela não ir em direção a água, não existem barreiras, limites ou segurança quanto a isso, tudo fica exatamente na beiradinha da água e dá um pouco de medo quando se trata de crianças, mas claro!, nada que um esforcinho a mais, não resolva.

 

Veneza

 Veneza

 

 


 

SEGURO VIAGEM É OBRIGATÓRIO NA EUROPA

 

Eu sempre recomendo viajar com seguro de saúde feito, ainda mais se você estiver viajando com crianças, o custo para emergências fora do pais pode ser bem elevado, então vale a pena prevenir. Além de ser uma ótima garantia ao viajar, o seguro saúde é obrigatório na maioria dos países europeus, você sabia? Com cobertura mínima de €30.000.

Faça a cotação do seu seguro com a SEGUROSPROMO, no site deles você vai conseguir cotar e comparar as principais seguradoras de viagem e garantir o melhor preço para você e sua família. Não viaje sem seguro, o risco não vale a pena. Utilizando o cupom ANTONIOPMUNDO5 você recebe 5% de desconto no seu seguro.


Seguros Promo


 

 

LEIA TAMBEM:

 

OS MELHORES MERCADOS DE NATAL DA EUROPA

 NEVE COM CRIANÇAS – QUAIS ROUPAS LEVAR?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS

3 comentários em “Veneza com crianças

  1. vanessa on

    Boa noite,

    gostaria de saber quantos meses tinha o seu bebe na epoca da viagem e como funcionou a alimentacao dele no almoco e janta. Vamos em maio tbm e a nossa filha tera 1 ano e 1 mes

    Responder
    • danikalsovik on

      Antonio tinha por volta de 8/9 meses. Eu pegava frutas, pães e ovos do cafe da manha e levava em uma térmica. Nos restaurantes eu pedia legumes ou purê de batata sem sal, mas como eu amamentava, nada era muito rígido. Beijosss

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça suas reservas


Reservando com os parceiros do blog

Você ajuda na manutenção do blog e não paga nada mais por isso